O que é arte contemporânea?

Arte contemporânea

Das suas origens, pilares e influências, neste artigo você vai poder entender mais sobre o que é arte contemporânea.

Tudo bem que ainda não é certo afirmar que os maiores especialistas finalmente chegaram a um consenso sobre em qual período ela tenha se originado. Mas podemos dizer que foi após o fim da Segunda Guerra Mundial, por volta da metade do século XX.

Neste momento da História da Arte, surgiram vários estilos e movimentos com as características da arte contemporânea obras, deixando para trás as características da arte moderna.

Assim, já na era do pós-guerra, os artistas começaram a ficar mais atentos em relação a reconstruir uma nova sociedade.

Dessa forma, foram colocados de lado as necessidades e os costumes de se produzirem obras em massa, já dando os primeiros sinais sobre o que é arte contemporânea – ou o que viria a ser.

Com o início de uma nova era dos movimentos artísticos, a arte contemporânea já mostrava que seria um movimento que permitiria a abordagem de técnicas diversas e abrigaria linguagens diferentes, totalmente desconhecidas até o momento.

A arte contemporânea entra em evidência

Mesmo com a presença de indicações e vestígios de seu surgimento logo após o fim da segunda grande guerra mundial, ela foi ficar mais evidente apenas alguns anos depois, a partir da década de 1960.

A partir daí, pesquisas para se entender o que é arte contemporânea foram se tornando mais intensas e comuns, transformando a época numa fase de muita efervescência cultural.

Além de levantar questões sociais de forma ampla e geral, essa época tem a marca de um estilo mais rebelde, difundido ainda mais pelos meios da literatura, cinema, moda e televisão.

Se, por um lado, havia uma nova atitude sendo imposta à sociedade, na área da tecnologia eram os avanços científicos que impulsionavam as grandes potências a cruzar a barreira espacial.

Como era de se imaginar, a ciência e a tecnologia ampliaram os horizontes para uma nova sociedade surgir e manifestar vida própria.

E, nessa busca pela modernidade, começaram a aparecer mais características da arte contemporânea, como a utilização do vinil devido ao seu brilho.

As bases da arte contemporânea

Para se entender a fundo o que é arte contemporânea, também é preciso saber que seus pilares são praticamente os mesmos que consolidaram os períodos da arte moderna.

Entretanto, para marcar o termo “contemporâneo” numa nova era da história da arte, uma característica peculiar dessa fase entrou em evidência: a percepção do tempo.

Essa marca da arte contemporânea pode ser facilmente vista nos avanços tecnológicos, na interação com o tempo e até na ligação entre homem e espaço.

Nesta época, o que chega a definir o que é arte contemporânea é a característica de que os artistas pararam de investir nos temas mais naturais, como animais e meio ambiente.

Embalados nesse conceito, eles começaram a produzir obras adotando um sistema de reaproveitamento de materiais, o que ficou ainda mais popularizado no fim do século XX.

Vale lembrar ainda que, ao mesmo tempo em que ocorria a movimento da arte contemporânea, o mundo estava sendo globalizado tecnologicamente pelos avanços na Internet.

Os períodos da arte contemporânea

Para compreender melhor o que é arte contemporânea, confira abaixo suas fases.

Entre os anos de 1945 e 1965

Entre os grandes movimentos da arte contemporânea que se destacaram nesse período, podemos citar:

  • Arte Cinética;
  • Expressionismo Abstrato;
  • Arte Bruta;
  • Arte Informal;
  • Combine.

Após o ano de 1965

Ao chegar à metade da década de 1960, dentro do conceito de o que é arte contemporânea, os movimentos destacados abaixo marcaram o período:

  • Arte urbana;
  • Arte conceitual;
  • Minimalismo;
  • Videoarte;
  • Grafite.

Expressionismo Abstrato

Movimento iniciado com o fim da Segunda Guerra Mundial, essa forma de arte marcou a entrada da influência norte-americana no mundo das artes.

Esse fato colocou a cidade de Nova York na rota dos grandes salões do mundo artístico, até porque, à época, Paris era apenas o único centro mundial de artes.

Com seu desenvolvimento na década de 1940, o expressionismo abstrato passou a receber esse nome porque unia a estética do expressionismo alemão com o das escolas europeias, como o Futurismo, Bauhaus e Cubismo Sintético.

O termo “expressionismo abstrato” foi usado pela primeira para conceituar o estilo de pintura americana pelo escritor Rosenberg, apresentando como grandes mestres da época os artistas Arshile Gorky e Philip Guston.

Como participantes do movimento, a maioria era composta por artistas mais jovens, demonstrando como característica principal o emprego de uma técnica mais agressiva.

Além da mistura de traços geométricos aleatórios, usavam pigmentos sobrepostos e de modo meio “grosseiro”.

Até mesmo a forma de criar era inusitada. Para sentirem-se quase dentro de suas obras, eles abandonaram os tradicionais suportes cavaletes e criavam com as telas na parede e até no chão.

Minimalismo

Dentro do conceito de o que é arte contemporânea, o minimalismo chega a ir além das pinturas no que se refere à arte, atingindo até as áreas culturais e científicas.

Apresentando como maior característica a utilização de poucos elementos, o movimento minimalista ainda chegou a influenciar áreas de modo bem expressivo, como design, música, artes visuais e tecnologia.

Os exemplos dessa influência podem ser vistos nas seguintes obras:

  • Livros de Raymond Carver;
  • Tecnologia de Colin Chapmane;
  • Filmes de Robert Bresson;
  • Peças de Samuel Beckett.

Características da arte contemporânea

Entre suas principais características, para definirmos o que é arte contemporânea, conheça as seguintes técnicas empregadas pelo estilo:

  • Obras interativas;
  • Uso das novas tecnologias e mídias;
  • Mistura de estilos artísticos;
  • Uso de materiais inusitados;
  • Questionamento quanto à definição de arte;
  • Flerte com a cultura popular;
  • Liberdade artística.

Correntes da arte contemporânea

Entre os principais movimentos da vanguarda originados a partir da arte contemporânea, vários possuem relação com o conceito de comunicação, na contramão da ideia de consumo imprimido pela arte moderna. Alguns exemplos:

  • Pop Art;
  • Arte Conceitual;
  • Arte Digital;
  • Fotografia;
  • Arte Urbana;
  • Arte Cinética.

A arte contemporânea brasileira

Aqui no Brasil, começamos a descobrir o que é arte contemporânea a partir da década de 1950, quando surgiu um movimento de vanguarda chamado de Neoconcretismo.

Para citar nossos principais artistas a fazer parte da arte contemporânea, destacamos:

  • Ferreira Gullar;
  • Amilcar de Castro;
  • Lygia Clark;
  • Romero Britto;
  • Hélio Oiticica;
  • Lygia Pape.

Os grandes artistas da arte contemporânea

Internacionalmente, os principais artistas que tiveram seus trabalhos evidenciados dentro do período da arte contemporânea são:

  • Bill Viola;
  • Keith Haring;
  • Marina Abramović;
  • Takashi Murakami;
  • Andy Warhol;
  • Damien Hirst;
  • Anselm Kiefer.

Fonte: https://artout.com.br

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *